18 de mai de 2011

FELICIDADE...

Felicidade não se ensina, não se compara, não se resiste, não se teoriza. Felicidade não tem peso, não tem medida. Felicidade não pode ser comprada, não pode ser vendida e não se toma emprestada. Não resiste a cálculos e configurações. Felicidade simplesmente a gente SENTE e VIVE!

Felicidade é sabedoria e esperança; é vontade de ir, de ficar e de voltar; é presente, passado e futuro; é confiança; é fé e crença; é trabalho e ação; é desprendimento e resignação; é amor e evolução; é sublimação!

Só é feliz quem sabe suportar, perder, sofrer e perdoar. Só é feliz quem não depende de dinheiro, de saúde e menos ainda de poder. Só é feliz quem está aprendendo a se livrar das amarras do egoismo, do orgulho, da vaidade, da soberba, do ciúmes, da inveja, da tirania, do materialismo. Só é feliz quem aprende a viver sem ostentação, sem ambição desmedida, sem luxo. Só é feliz quem sabe, sobretudo, AMAR.

Amar a si, amar ao próximo, amar a Deus acima de todas as coisas. Amar as criações divinas, como os animais e as plantas. Amar o seu corpo. Amar o seu lar, sua família. Amar seus amigos e, principalmente, seu inimigos. Amar suas dores, suas percas, suas aflições, seus obstáculos, suas dificuldades. Amar é lembrar-se de agradecer tudo que já conquistamos e tudo que já perdemos. Amar, amar, amar... simplesmente AMAR!

Fora disso, não é felicidade... é ILUSÃO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário