27 de set de 2010

BRASIL NOSSA PÁTRIA, NOSSA MISSÃO

Mais uma vez estamos prestes a decidir quem irá representar o povo brasileiro. Dias antes de irmos às urnas, as campanhas eleitorais ganham forças não poupando seus comentários, acusações e falta de ética com o eleitor brasileiro. Campanhas políticas cada vez mais interessadas em se auto-promoverem não medem esforços para atingir seus objetivos, passando, assim, por cima dos direitos daqueles que irão lhes eleger no qual o lema é: para que esclarecer já que podemos confundir. E é neste vai e vem e empurra e empurra que o povo brasileiro simplesmente entra no embalo.
Em pleno século 21 ainda nos fazem acreditar que existe um Deus que pune, mesmo que os ensinamentos de Jesus sejam de perdão e amor ao próximo. Com isso, acreditamos que é melhor castigar do que prevenir... “nasceu assim, morre assim”, sendo que esta é a desculpa esfarrapada em defesa da personalidade. Admitimos claramente que não temos condições de mudar porque somos dessa ou daquela maneira, porém exigimos mudanças da parte daqueles que irão governar o Brasil nos próximos quatro anos.
"Eduquem as crianças e não será preciso castigar os homens”, já nos advertia Pitágoras (Séc. VI A.C). Mas parece que ainda insistimos em não aprender a lição e enquanto isso a culpa sempre é do “outro”, o qual julgamos cheio de defeitos e que supomos conhecer tão bem.
Queremos mudanças, mas será que estamos colaborando para elas acontecerem, ou somos só daqueles que está sentado em uma poltrona com a boca escancarada cheia de dentes esperando a “morte” chegar? Quantos de nós estamos realmente fazendo a nossa parte? Quantos de nós estamos usando os nossos “talentos” e colocando as mãos na charrua para assumir a nossa missão? Missão de todos nós...
Até parece que Mahatma Gandhi já estava prevendo ao imortalizar as frases: “Sejamos a mudança que queremos no mundo", pois “O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente”. O foco deve estar voltado para dentro, e não para fora, pois, se almejamos alguma mudança, então que esta desperte primeiramente em nós.
Quando descobrirmos que temos o poder de escolha e que somente de mãos unidas faremos a diferença para um futuro melhor, então compreenderemos a grandeza das palavras do Cristo quando nos disse... “Conheceis a Verdade e esta Vos Libertará”. Façamos a nossa parte, porém assumindo o nosso papel de colaborador da sociedade e não transferindo o direito de educar e prevenir para fora de nós.
Deixo aqui para nossa reflexão a feliz frase que Raul Teixeira dá em resposta a uma entrevista durante o 3º Congresso Espírita Brasileiro realizado em Abril de 2010... “Não se terá jamais bom político, enquanto não se tiver boa criatura. De modo que é muito importante para a Doutrina Espírita o trabalho da educação ética desde criança, desde as fases iniciais da criatura.” E completa Divaldo Pereira Franco “A nova ética, é a mesma ética de Jesus Cristo, a ética do amor, do respeito pela vida, do respeito por si mesmo e pela natureza.”



Muita paz a todos.
José Antonio da Cruz. Catanduva, 25-09-2010


Referências:
Pitágoras - http://pt.wikipedia.org/wiki/Pit%C3%A1goras
Mahatma Gandhi - http://pt.wikipedia.org/wiki/Mahatma_Gandhi
Jesus – http://pt.wikipedia.org/wiki/Jesus
Evangelho de João – Cap. 8, v. 32 a 33
Raul Teixeira - http://www.raulteixeira.com/biografia.php
Divaldo Pereira Franco - http://www.divaldofranco.com/biografia.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário